0
DIY

“Estava tão bem até tu chegares!” – Porque choram os bebés quando os pais voltam?

5 de Junho, 2017

livro-ja-tentei-de-tudo.pngA quem ainda não aconteceu deixar o seu pequeno com alguém durante algum tempo, e quando chega a Criança começa a chorar. “Estava tão bem até tu chegares!

Este é um tema que tem vindo a ser mais falado ultimamente, e que nos faz sentido relembrar como forma de sublinhar a importância que todos os pais têm na vida das Crianças, e o facto de que todas as Crianças deviam poder contar com este porto seguro, o que, infelizmente, nem sempre acontece.

Isabelle Filliozat é a autora do livro “Já tentei de tudo!” onde tema também é abordado.

Quando um bebé começa a chorar por ver os pais após um período de ausência, a grande maioria das pessoas tem tendência a pensar que a culpa é do “excesso de mimo”, do “excesso de colo” ou por ter passado demasiado tempo com a mãe antes de ficar com outro cuidador.

Na verdade, trata-se antes de um mecanismo que todos os mamíferos têm de aguardar pela presença da progenitora para expressar o sentimento de “pavor ou acumulo de stress” a que foram sujeitos durante um período de tempo. Normalmente as Crianças expressam esses sentimentos através do choro. Assim que a Criança se sente segura na presença da mãe ou do pai, este mecanismo é desencadeado.

Não quer isto necessariamente dizer que as Crianças quando choram nestas situações significa que experenciaram uma situação de “pavor”. A situação aqui trata-se de passaram um período de tempo sem os pais, e embora tudo possa correr lindamente, é como se ao verem os pais se apercebessem que estiveram “sozinhos” e esse sentimento acaba por domina-los nesse momento.

Este mecanismo pode então ser despoletado quando a Criança fica com uma ama, com os avós, na creche ou até mesmo com o pai. Mais uma vez, quem nunca ouviu que a Criança passou um óptimo dia na creche e assim que vê um dos pais ou chega a casa começa a chorar?

Mãe-com-vergonha-com-bebe-324x160

Esta realidade tem vindo a ser cada vez mais falada e conhecida, contrariando a tendência de tantos pais de se sentirem culpados nesta situações, questionando se estarão a fazer bem o seu trabalho, se seria altura para ir para a creche ou infantário, se não deviam ter dado tanto colo. Pode-se inclusivamente pensar que a Criança afinal não gosta dos pais e por isso chora quando os vê.

A pressão a que somos sujeitos todos os dias enquanto pais pode ser grande, e muitas vezes essa pressão que pode surgir de diversas frentes (opiniões, internet, artigos, comparações) acaba por criar muitas vezes algumas inseguranças e sentimentos menos positivos.

Não nos podemos esquecer que os pais são a luz da vida das Crianças. É com eles que os mais pequenos se sentem seguros, é a eles que querem imitar em tudo, é como eles que querem ser. Estas crises que surgem como consequência deste mecanismo são antes uma prova viva de que é connosco que eles se sentem seguros, é por nós que sentem aquele amor incondicional e por isso quando nos vêm não precisam mais de se fazer de fortes e acabam por descarregar toda a tensão que acumularam ao longo do dia.

mae-filha-2

Vamos esquecer todas as opiniões que nos dão e seguir o nosso instinto, olhar para as nossas Crianças como seres únicos e esquecer frases como “Tu nunca fizeste uma birra dessas!” ou “No meu tempo não era assim!” ou ainda “Tens que ser mais dura que ele/a, assim vai estar sempre a fazer birras!

Nestes momentos as nossas Crianças precisam de nós de coração cheio de amor para as receber de braços abertos. Educar para a Paz começa também por fazer com que as nossas Crianças se sintam seguras, e levem essa segurança para o resto da vida delas.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

Siga-nos no Instagram!
This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram Access Token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.